Gemidos durante a relação – Bom ou ruim?

Os gemidos durante a relação sexual servem na maioria das vezes, como um termômetro para a satisfação da parceira ou do parceiro durante o ato. Eles são responsáveis por demonstrar o que a pessoa gosta – ou não – durante uma relação, como medidor de prazer. Podem ser geralmente associados com o orgasmo ou o prazer com o ato em si.

Muitos casais utilizam os gemidos como fonte de mais estímulo no ato do prazer e também. Para os homens, é o start inicial para aflorar o prazer e os sentidos. É a partir daí, que o casal sabe no que estará agradando, no que precisa melhorar ou qual intensidade pode ser colocada na hora do ato sexual. É o termômetro essencial para toda a relação.

Mas o que os homens pensam exatamente sobre o tema? Apesar de ainda não existirem muitas pesquisas sobre o assunto, conseguimos listar alguns pontos positivos e negativos do gemido durante as relações sexuais.

Pontos positivos do gemido na relação

Enquanto os homens alcançam seu ápice de prazer durante a penetração em grande maioria das relações, já a mulher consegue atingir o clímax muitas vezes ainda nas preliminares. Por esse motivo, os gemidos durante uma relação sexual são muitas vezes associados ao público feminino. Porém, quais seriam os fatores positivos da sua utilização, principalmente na hora do ato sexual.

  • Intensificação do prazer: O simples fato de gemer durante o ato sexual em si ou durante as preliminares com o parceiro (a), pode ser de grande estímulo para quem escuta. Desta forma, o ato vai se intensificando de forma natural.
  • Conhecendo o parceiro: Principalmente no início da relação, os gemidos são considerados como um termômetro de prazer. Através dos barulhos e sussurros, a pessoa que está praticando o ato de despertar o prazer no outro consegue saber até onde pode ir, o que está agradando ou não. Alguns estudos relacionados à área já comprovaram que a produção dos gemidos é essencial para que o clímax seja encontrado mais facilmente.
  • Clímax: Em pesquisa realizada pelo canal History Channel, 86% dos homens dizem que conseguem chegar ao ápice do prazer com sua parceria (o) de forma mais rápida ao escutar gemidos, sussurros ou palavras picantes durante a relação. Segundo o educador Logan LevKoff, os gemidos estimulam, principalmente, à uma melhor ereção do homem.

Pontos negativos

  • Barulhos excessivos: Apesar da grande maioria do público masculino adorar e se estimular com os barulhos durante o sexo, muitos ainda “reclamam” de gemidos em excesso. Para alguns desses homens, não existe a necessidade de toda a “demonstração” de prazer.
  • Aceleração do Clímax: Este ponto pode aparecer tanto na lista positiva e negativa sobre o assunto. Enquanto uma parcela da população se sente extremamente excitada com os gemidos em si, muitos não gostam exatamente por acelerar o processo de ápice de prazer na hora da relação.
  • Desconfiança de desempenho sexual: Assunto ainda muito discutido pelo público masculino. Uma pequena parcela deste grupo acredita que muitos dos gemidos produzidos por suas parceiras (os) podem ser falsos, ou mesmo que sejam produzidos, não signifiquem o verdadeiro ápice ao momento. Desconfiança essa, levada bastante a sério principalmente durante os primeiros encontros.

Os gemidos podem afetar a relação do casal?

As palavras, gemidos, sussurros e preliminares do casal, podem de fato afetar a relação do casal na maioria dos casos de forma positiva. É neste ponto que além de conhecer o que cada um gosta, o estímulo é muito acionado, provocando ainda mais o instinto do prazer.

Muitos pesquisadores acreditam que se a fase de preliminares (onde os barulhos extintivos se encaixam), só conseguem ajudar na hora do prazer. Desta forma, o conhecimento do corpo do outro, a fase da exploração dos sentidos, acaba se tornando mais divertida e instigante.

O que vale na hora do prazer é explorar o que faz o casal ter mais prazer e entrosamento na hora da relação sexual. Cada um tem sua fórmula específica para despertar os desejos do outro. O que vale é descobrir o que funciona para você e praticar para que a sintonia continue boa e ambos se satisfaçam durante a relação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *