Como Esquecer um amor – 10 dicas imperdíveis para se curar do ex namorado

Infelizmente a vida não é feita apenas de bons momentos, muitas vezes nos prega peças e na maioria delas não estamos preparados para enfrentar tal situação, é o caso de término de relacionamentos. Nestes momentos em que qualquer objeto ou situação lhe desperta memórias dolorosas, o que mais se passa na cabeça certamente é “como fazer para esquecer um amor”? Confira aqui as dicas testadas e aprovadas.

Quando toda a magia se acaba e percebemos que temos que voltar a vida, que não podemos ficar imobilizados pelo fato de ter acontecido tal fato, precisamos nos recompor, precisamos voltar a viver mesmo que sós, mas, a questão que fica é: Como? Como podemos esquecer um amor? É uma questão um tanto quanto complexa, mas vamos explica-la e com certeza, você vai, esquecer essa pessoa e voltar a vida com muita alegria e disponibilidade.

O que não devemos fazer na hora de esquecer um ex-amor

Para conseguirmos esquecer um amor de verdade, primeiro precisamos saber o que não devemos fazer, quais são os erros mais comuns que acontecem, o que devemos evitar?

#1 – COMEÇAR UMA NOVA RELAÇÃO PARA ESQUECER A ANTIGA

Muitas pessoas acreditam que começando uma nova relação elas estarão esquecendo a antiga que tiveram, que amor esquece amor, isso não é verdade, isso só vai gerar mais sofrimento e nunca, jamais devemos iniciar algo sem ter bem terminado outro. Por tanto, se você pensa em iniciar uma relação logo após o término do seu namoro no intuito de esquecer a pessoa amada, repense.

O fim do namoro é um momento que devemos ficar livres para que possamos reorganizar a nossa vida e colocar as coisas no lugar.

O fim do relacionamento não é hora de buscarmos uma nova relação, temos que dar tempo ao tempo, mas devemos viver esse tempo com muita maturidade, tomando consciência do que aconteceu, aceitando o fim do relacionamento, fechando esse ciclo da sua vida e só então, podemos pensar em entrar em outra relação.

No entanto, isso deve acontecer,só se for mesmo por atração e amor verdadeiro. Nunca, só pra jogar na cara do seu(sua) ex ou para achar que assim você vai esquecer, você só vai acabar sofrendo muito mais.

#2 – FICAR VIGIANDO O EX-NAMORADO

Se o relacionamento acabou, não tem porque você ficar vigiando seu ex ou sua ex, acabou. Não imagine que se você ficar no pé da outra pessoa ela vai perceber que você merece uma segunda chance, e isso, só vai fazer você sofrer mais, porque, principalmente quando um relacionamento não termina bem, parece que todo mundo quer jogar para os 4 ventos o tipo que pessoa que a outra era, do lado negativo é claro, xingando, fazendo ofensas, mentiras ou não. Afinal, ninguém quer se sentir culpado pelo fim da relação, então, o jeito mais prático é culpar a outra pessoa.

Porém, se você ficar vigiando e cuidando sempre o que a outra pessoa estiver fazendo, você não conseguira se libertar, não conseguirá parar de pensar nela e a sua ambição e desejo por ela. Esta rotina vai se tornando algo compulsivo e pode chegar até a se tornar um vício, que vai te prejudicar em todos seus próximos relacionamento e as vezes em toda a sua vida amorosa.

Se acaso chegar a ter. Então a dica aqui é: evite querer saber do seu ex, após o fim da relação de vocês dois. Só tente uma reaproximação quando a poeira tiver baixado e você estiver curada do que já sentiu, tenha sempre em sua mente qual será o momento ideal.

como esquecer o ex

#3 – FINGIR QUE ESTÁ TUDO BEM

Não é hora para se demonstrar forte, se você tiver que chorar, chore, se tiver que gritar, grite, se tiver que dar um soco na parede que dê, não se faça de forte, que a dor será muito maior, não fique escondendo de todos e guardando só para si algo que você precisa contar, na hora de desabafar, encontre uma pessoa de sua confiança e fale sem medo.

O que não pode acontecer é você ficar guardando só para você os seus medos e suas angustias, é preciso colocar para fora o que está te machucando. Encontre a melhor forma de estar em um relacionamento novo e esvaziar sua mente. Não deixe que isso atrapalhe sua vida amorosa, os amigos são um exemplo em que você pode contar e confiar para contar o que está te atrapalhando e seguir em frente.

#4 – ACHAR UM CULPADO PELO FIM DO RELACIONAMENTO

Na hora em que a gente percebe que o relacionamento terminou, parece quase que instintivamente a gente precisa achar um responsável por isso, ou é um amigo nosso,  conhecido,  parentes. Nunca conseguimos assumir a responsabilidade por nossos atos e isso só faz com que se crie ainda mais mágoas desnecessárias com um ex-amor. Aceite o acontecido, a culpa geralmente é de ambas as partes.

Isso não deve ser assim, devemos olhar para nós mesmos, para dentro da relação e não para fora, o que aconteceu com a gente, o que eu deixei de fazer, o que meu parceiro (a) deixou de fazer, o motivo sempre será nós e nunca os outros e isso precisa ficar bem claro, não devemos buscar pôr a culpa nos outros, mas olhar para nós e identificar onde foi que falhamos e aceitar, olhar para frente e tomar como lição, com muita maturidade e confiança.

#5 – QUERER VINGAR-SE DA PESSOA

Outro desejo que pode aparecer logo após o fim de um relacionamento, é o desejo de querer vingar-se, de querer fazer a pessoa sofrer, infelizmente, essa atitude só vi piorar as coisas, para os dois, nunca, devemos alimentar esse tipo de desejo, a vingança não serve para nada, não prova nada e não vai mudar nada na sua relação, aliás, só vai piorar a situação entre os dois.

Então, se terminou a relação, não busque por vingança, mas dê um tempo enquanto estiver com a cabeça quente e deixe a poeira baixar, nunca devemos tomar atitude alguma, com a cabeça quente.

Agora que compreendemos, os pontos que não devemos fazer e sim, devemos nos preocupar muito em não cometer nenhum desses erros citados acima, podemos começar a pensar, no que é essencial que nós temos que fazer, no intuito de esquecer um amor, volto a dizer, que o fim do relacionamento não é um momento simples, que devemos achar que só o tempo vai dar um jeito.

Se nós não nos ajudarmos, nada vai fazer com que realmente possamos esquecer essa relação e principalmente o nosso amor. É preciso tomar as atitudes corretamente e colocar em prática tudo o que possa nos ajudar a sofrer menos e aceitar o fim do relacionamento como um processo natural,

como esquecer o ex

vejamos agora o que fazer para esquecer um amor:

O QUE FAZER PARA ESQUECER UM AMOR

Confira as principais dicas para finalmente esquecer aquela pessoa amada, sem nenhum ódio, nem rancor, nenhum sentimento de vingança, vamos lá:

#1 – DÊ UM TEMPO PARA VOCÊ

A primeira dica é dar um tempo para você, como é um momento delicado e que precisamos muita calma e paciência, precisamos nos restabelecer. Procurar nos conhecer um pouco melhor nesse momento, esfriar a cabeça para poder pensar além, não é hora de tomar atitudes com a cabeça quente.

É de fundamental importância que primeiro nós descansamos bem, para só então, com a cabeça no lugar, com a poeira baixada, decidirmos o que devemos fazer e como seguir nossa vida adiante, mas com certeza o primeiro passo.

#2 – LIVRE-SE DOS MAUS SENTIMENTOS

Nessa hora, podem surgem vários sentimentos em nós, como o da raiva, do ódio, da culpa e tudo isso vai nos fazer sofrer muito, não podemos deixar com que esses sentimentos nos torturem, é preciso fazer com que nosso coração mantenha somente o que for bom, não podemos querer continuar saudáveis, se em nós há sentimentos de ódio e vingança, devemos no entanto manter-nos em paz e nos livrar desse mal, que são os sentimentos que nos farão sofrer ainda mais.

#3 – PASSE UM TEMPO SEM SE RELACIONAR COM PESSOAS DO CONVÍVIO DO SEU/SUA EX

Enquanto temos um relacionamento, acabamos fazendo muitas amizades com familiares, com parentes, com pessoas do convívio social da pessoa que havíamos um relacionamento, e criamos muitas vezes uma amizade tão grande que não podemos de forma alguma, pensar em viver sem ter a presença daquelas pessoas em nossa vida, porém, quando o relacionamento chega ao fim, não é hora de alimentar esse sentimento de perda.

Se por acaso você imediatamente rever as pessoas do convívio do seu/sua ex amor, com certeza, no meio da conversa, surgirão assuntos do seu relacionamento, questionando-o o porquê do fim, se está tudo bem, como foi que aconteceu, como era a relação de vocês dois.

Quando acontecer, não é momento de ficar se relembrando do que aconteceu e teve fim, é momento de esfriar a cabeça, justamente de não pensar e se você voltar a ter contato com os familiares dele(a) isso não será possível, com certeza, não é porque você terminou com alguém que você deve esquecer toda a família da pessoa, mas é importante dar um tempo.

como lidar com fim de relacionamento

#4 – DESABAFE COM ALGUÉM DE CONFIANÇA

Quem não tem muito a dizer na hora do fim de uma relação? Com certeza há muitas coisas que queremos dizer, gritar para os 4 ventos, fazer com que todos saibam o que de fato aconteceu, é como se todos precisassem saber o outro lado da história, a verdade de tudo e por isso, ficamos com muita coisa a dizer no nosso interior e isso nos mata de pouco a pouco.

É necessário pôr para fora, todas essas palavras que estão nos machucando, que estão tirando nossas noites de sono, que estão em nossos pensamentos toda a hora e para isso, precisamos contar para alguém.

Precisamos ter um ombro amigo, uma pessoa que realmente confiamos, é preciso aliviar nossos dores emocionais e uma boa conversa com alguém da nossa confiança pode ajudar muito, pode nos aliviar e nos deixar muito mais tranquilos em relação ao fim do relacionamento, então, se sente-se oprimido por ter de dizer algo que não disse, ou que está lhe machucando, busque por alguém da sua confiança e desabafe, diga o que precisa ser dito e não tenha receio.

#5 – MANTENHA-SE OTIMISTA

Com certeza o fim de um relacionamento não nos traz alegria alguma, muito pelo contrário, ficamos tristes, magoados, chateados, sem rumo, mas não podemos nos manter desse jeito por muito tempo, devemos sempre buscar pelo otimismo, pela esperança, é necessário que acreditamos que tudo vai melhorar, que tudo vai passar, que tudo vai voltar ao normal.

É preciso fazer com que o otimismo mantenha-se vivo dentro de nós, não podemos de forma alguma, alimentar o pessimismo, pois ele só nos fará sofrer e nos levará para baixo, e a solução nunca será essa.

#6 – FAÇA NOVAS AMIZADES

O momento de fim de relação, pode nos impulsionar a querer ficar sozinhos, a querer nos trancar e nos mantermos o mais distante possível das pessoas ao nosso redor, porém isso deve ser evitado, não podemos ficar remoendo em nós o que já passou.

Ao invés de ficarmos trancado em nosso quarto, na nossa casa, devemos sair, tomar um ar, buscar ver que a vida é muito maior do que isso que aconteceu, devemos criar novas amizades, ter um novo círculo de amigos, só assim poderemos recomeçar de forma sadia e nos manter longe dos maus sentimentos, amizade nunca é demais, devemos cultivar as que já temos, mas nunca esquecer de estar sempre abertos a criar e a aceitar novas amizades.

#7 – CONHEÇA-SE MELHOR

O melhor momento para nos conhecer é justamente o momento em que estamos mais sós, por isso, é valioso esse tempo em que estamos solteiros, pois é a hora certa para descobrirmos quem realmente somos, o que queremos da nossa vida, o que esperamos do nosso parceiro (a) que tipo de pessoa queremos ao nosso lado? São questões que fizemos para nos descobrir e fazer com que a nossa vida seja vivida por completa, então, aproveite esse tempo em que está sozinho para se descobrir.

#8 – FAÇA COISAS NOVAS QUE SEMPRE TEVE VONTADE

Se podemos ver algo positivo no fim de uma relação é que passamos a ter mais tempo e com certeza devemos preencher essa lacuna e nada melhor do que aproveitar ao máximo esse tempo para fazer coisas novas, tais como: iniciar um novo curso que você sempre teve vontade de fazer, fazer aulas de alguma coisa que você sempre gostou, ler livros que você sempre quis, frequentar novos lugares, é preciso se curtir, é preciso se amar, é preciso agregar valor a sua vida, aproveite esse tempo para fazer coisas novas e se mantenha ativo (a) sempre.

#9 – LEVANTE SUA AUTO ESTIMA

A auto estima é fundamental para que possamos ser felizes no que fizemos e para que nós tenhamos vontade de fazer o que mais amamos, contudo a auto estima deve ser trabalhada, precisamos nos sentir felizes com aquilo que podemos fazer e estar de bem conosco mesmo, não devemos em momento algum ceder a tristeza e ao pessimismo, devemos nos manter confiantes e acreditar que tudo podemos, que somos únicos e por isso podemos enfrentar qualquer coisa.

#10 – AME-SE

O amor próprio sempre será nossa maior força e nossa maior arma contra tudo o que possa nos acontecer, quando nos amamos nada faz com que sofremos por nos culpar, pois conhecemos nossos limites e nossas forças, mas para que possamos nos amar, devemos sempre fazer coisas com que tenhamos uma boa auto estima e nos satisfazer com aquilo que fizemos e principalmente com aquilo que somos. Afinal, somos únicos, ninguém é igual a nós, temos peculiaridades únicas, somos capazes de realizar qualquer coisa, o amor em nós mesmos, deve ser priorizado, então: Ame-se!

Quando saber que você curou de um fim de relacionamento

como esquecer um ex amorVamos então, encarar o fim da relação como um momento de descobertas e novas escolhas, é um momento de autoconhecimento e de paciência, mas como tudo na vida, precisamos muitas vezes passar pela chuva só para então ver a luz do sol, mas não se torture. Não tome isso como um fim de tudo, na verdade é só um momento difícil em nossa vida que devemos passar e com certeza passaremos, mantendo sempre a cabeça erguida, os olhos adiantes, a esperança alimentada e o amor em nós mesmos vivo.

Não se esqueça que um vencedor é aquele que vence – aquele que pode a sentir por um longo período, suas cicatrizes são a prova de sua glória, mas tem a certeza que tudo ficará bem e tudo no final de contas ficará bem é o que vai te fortalecer.

Quando sentir que já não pensa e sofre extremamente com pequenos pensamentos que possam vir ao longo do dia,  você estará curado de um ex amor e término de um relacionamento. Nunca ache que você não consegue, isso acontece na vida de todos e em casos extremos procurar ajuda será o mais recomendável.

Se você gostou desse artigo, compartilhe e deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *