Lubrificação Feminina: Dicas para Aumentar e Ter Mais Prazer

Um dos motivos principais para dor na relação sexual se caracteriza pela ausência da lubrificação. Na falta dela, o atrito vai gerar dor, reduzindo o prazer e excitação. Há situações que a mesma pode estar ligada com problemas ginecológicos de maior gravidade, assim, o recomendado é a consulta com o médico.

No entanto, existem situações em que desequilíbrios pequenos no corpo geram a sensação da secura na vagina. Na sequência são apresentadas formas para aumentar a lubrificação feminina e desfrutar do sexo sem deixar de ter prazer.

Consumir Soja e Evitar Álcool e Cafeína

O consumo desses alimentos e bebidas tem bastante influência na lubrificação. O estrogênio, hormônio responsável pela libido, tem produção a partir de colesterol. Se não for ingerida a quantidade adequada das gorduras boas, é possível que o sexo seja prejudicado.

Determinadas substâncias com presença na soja fazem interação no corpo com mesmos receptores de estrogênio, e assim, apresentam os denominados efeitos estrogênicos, a lubrificação entre estes. A dica é optar pelo grão e seus derivados. O álcool e a cafeína costumam desidratar o corpo e, como resultado, os fluídos do organismo ficarão com menor volume também.

Produtos de Higiene Íntima

Há alguns deles, em especial os que apresentam mais perfume, que podem ser responsáveis pelo desequilíbrio do pH vaginal e gerar a secura vaginal. Sempre procure selecionar as versões neutras e ter atenção sobre como é a resposta do corpo para a utilização.

Lidar com estresse e problemas

O estresse pode gerar as flutuações de hormônio, e como resultado, reduzir a lubrificação de certas mulheres. Se esta for a situação, é preciso encontrar o que gera estresse e se livrar ou tentar lidar com este caso de modo melhor.

O medo de sentir a dor, redução do desejo sexual em relação ao parceiro, receio de engravidar, problemas do relacionamento também podem ter influência direta na lubrificação. Se forem percebidos estes ou mais sentimentos de confusão acerca do próprio relacionamento, talvez este seja o motivo do problema. No momento em que a mulher fica preocupada, não é possível relaxar, prejudicando a excitação, uma das responsáveis principais pelo fator de lubrificação.

 Importância das Preliminares

Para que a mulher esteja lubrificada, é necessário haver excitação. Começar o sexo já através da penetração pode se resumir a algo desfavorável se a mulher não estiver sentindo-se úmida. A dica é investir em preliminares e abusar da masturbação e sexo oral para que a lubrificação seja aumentada.

Uso de Lubrificantes Íntimos

Para mulheres que têm vida sexual saudável, a lubrificação do corpo natural se caracteriza suficiente à penetração. O período para que a mulher sinta a excitação e esteja lubrificada tem variação, assim é fundamental optar pelas preliminares, para que exista tempo a se excitar e lubrificar de modo adequado.

No entanto, há mulheres que enfrentam alterações hormonais que trazem dificuldade para o processo. Os anticoncepcionais, menopausa, corrimento vaginal, medicamentos antialérgicos, estresse, podem ter interferência em relação à produção natural do lubrificante da vagina. Nestas situações, é necessário buscar ajuda médica, que poderá fazer indicação da utilização de lubrificante íntimo para que seja facilitado o sexo.

O lubrificante é indicado para que seja facilitada a penetração do pênis, dos itens eróticos, e mesmo à masturbação. A penetração pode se apresentar dolorosa no caso de a mulher não ter lubrificação natural, gerando dor, desconforto, e nas situações mais graves, até mesmo sangramentos.

Há vários tipos de lubrificantes, segundo a substância principal utilizada na própria formulação. E dentre os mais comuns se encontram os lubrificantes à base de óleo, de água, de silicone, e à base de petróleo.

As diferenças principais se encontram na capacidade de gerar irritação, manchar tecidos, e mesmo o rompimento de látex do preservativo. E têm diferenças ainda em relação à coloração, sabor e aroma. Os ideais são os lubrificantes à base de silicone e água, já que não fazem interferência com látex de camisinha, e de modo raro geram irritação.

Os produtos que têm poder anestésico geram amortecimento na área, o que confere a sensação da anestesia no lugar. No entanto, estes tipos apresentam perigo, pois nunca se deve utilizar qualquer substância que gere o amortecimento. A mulher não sentirá nada no momento da penetração, e o movimento do pênis tem capacidade de machucar bastante sem notar na ocasião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *